Banco do Brasil quer dar 57% de aumento de salário para presidente da instituição

Banco do Brasil quer dar 57% de aumento de salário para presidente da instituição

O Banco do Brasil está discutindo um possível aumento salarial para sua presidente, Tarciana Medeiros. Com pouco mais de um ano e quatro meses no cargo, Tarciana poderá receber um reajuste de aproximadamente 57%, elevando seu salário para R$ 117.470 por mês. Se aprovado, esse aumento elevará a remuneração da executiva para cerca de R$ 4 milhões anuais, incluindo participação em conselhos e nos lucros.

A justificativa para esse aumento substancial é que os salários dos executivos do banco estão ‘defasados’ e é necessário garantir uma ‘remuneração justa’ frente às responsabilidades do cargo, conforme documentos oficiais aos quais o portal UOL teve acesso.

Além disso, o vice-presidente do banco também poderá ter seu salário aumentado de R$ 67.105 para R$ 90.188, e os diretores de R$ 56.873 para R$ 69.242. Se aprovados, os novos salários terão um custo anual para o Banco do Brasil de R$ 94,4 milhões.

A proposta de aumento foi apresentada pelo comitê de remuneração e aprovada pelo conselho de administração do banco. Segundo informações obtidas pela jornalista do UOL, Andreza Matais, cinco dos oito integrantes do colegiado são ligados à Tarciana.

Apesar de integrar o conselho, Tarciana Medeiros não pode participar da reunião que discute o reajuste de seu próprio salário devido a regras estatutárias. A assessoria do banco informou que ela não irá manifestar sua posição pessoal sobre o reajuste.

A próxima etapa é a aprovação pela Assembleia Geral de Acionistas, convocada para a próxima sexta-feira (26). Essa instância tem poder para rejeitar a proposta.

Além do salário, a presidente do BB recebe mais R$ 125 mil por mês para participar de reuniões mensais dos conselhos do Votorantim (R$ 50 mil), Brasilprev (R$ 35 mil) e Elopar (R$ 40 mil). Se o novo valor for aprovado, ela terá uma remuneração mensal total de R$ 242.470, considerando salário e atuação nos conselhos.

Tarciana Medeiros também integra os conselhos da Fundação BB e da Bladex, mas não recebe remuneração por isso.

Além do salário fixo, o Banco do Brasil também paga remuneração variável (participação nos lucros) aos seus executivos. Sob a gestão de Tarciana, o banco aumentou de 12 para 13 o número de remunerações. Com isso, os membros do conselho diretor podem receber 13 salários e 13 remunerações variáveis mensalmente, totalizando 26. E mais: Elon Musk sobre pedido para comprar a Rede Globo: “quanto custa?”. Clique AQUI para ver. (Foto: EBC)

Gostou? Compartilhe!

source


Descubra mais sobre Conexão Libertas

Assine para receber os posts mais recentes por e-mail.

Um comentário em “Banco do Brasil quer dar 57% de aumento de salário para presidente da instituição

Deixe um comentário