Bolsonaro elogia Elon Musk, critica governo Lula e afirma: “se algo de ruim acontecer comigo, não desanimem”

Bolsonaro elogia Elon Musk, critica governo Lula e afirma: “se algo de ruim acontecer comigo, não desanimem”

O ato do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) no Rio de Janeiro, neste domingo, 21, foi marcado por acusações de parcialidade contra Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), críticas ao governo de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e ao presidente do Congresso, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), e por manifestações de gratidão ao empresário Elon Musk, dono do Twitter (X). As críticas mais contundentes contra o Ministro ficaram a cargo do Pastor Silas Malafaia.

No seu discurso, Bolsonaro disse que Elon Musk é um “mito da liberdade”. “É o homem que teve a coragem de mostrar –já com algumas provas, outras virão com toda certeza– para onde a nossa democracia estava indo. O quanto de liberdade já perdemos. E eu peço agora, respeitosamente, uma salva de palmas para Elon Musk”, disse Bolsonaro durante ato em Copacabana, no Rio.

O discurso durou cerca de 35 minutos. O ex-presidente começou a falar às 11h26. Foi precedido por falas do presidente do PL, Valdemar Costa Neto; da ex-primeira-dama e atual presidente do PL Mulher, Michelle Bolsonaro; do pastor Silas Malafaia; e dos deputados Gustavo Gayer (PL-GO) e Nikolas Ferreira (PL-MG), entre outros.

O ex-presidente voltou a rebater a teoria de ‘golpe’. “É uma proposta que o presidente dentro de suas atribuições constitucionais pode submeter ao Congresso brasileiro. O presidente só baixa decreto depois que o Parlamento der o sinal verde”, disse.

Leia outros assuntos abordados por Bolsonaro no discurso:
Anistia a presos pelo ‘8 de Janeiro’: “Não queiram condenar um número absurdo de pessoas porque alguns erraram invadindo e depredando patrimônio como se fossem terroristas ou golpistas”;

Ministros de Lula: “Dá para comparar esses 38 ministros de Lula com os 23 de Bolsonaro? Olha o perfil de Paulo Guedes, compare com Haddad, o pior prefeito da história de São Paulo”;

Investigações contra ele: “O sistema não gostou dos 4 anos nossos e passou a trabalhar contra a liberdade de expressão”.

Se algo de ruim…: “Sabemos onde estão os problemas do Brasil, sabemos o que fazer. E temos tudo para vencer. Se algo ruim acontecer comigo, não desanimem, continuem a luta. Porque os covardes só podem fazer uma coisa comigo, como eles querem concluir o 6 de setembro de 2018 na pessoa de um soldado deles, Adélio Bispo”.

Veja momentos do ato de hoje (21) em Copacabana e clique AQUI para assistir ao discurso na íntegra do ex-presidente no Youtube.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Gostou? Compartilhe!


source


Descubra mais sobre Conexão Libertas

Assine para receber os posts mais recentes por e-mail.

Deixe um comentário