Com veto de Moraes ao mais votado, Tarcísio nomeia o 3º

Com veto de Moraes ao mais votado, Tarcísio nomeia o 3º

O governador de São Paulo, Tarcísio Gomes de Freitas (Rep), nomeou o procurador Paulo Sérgio de Oliveira e Costa, 3º mais votado em lista tríplice, para chefiar a Procuradoria Geral de Justiça. Ele substitui a Mário Sarrubbo, atual secretário nacional de Segurança Pública do ministério da Justiça, chefiado por Ricardo Lewandowski.

O detalhe, dizem fontes do governo paulista, é que o procurador José Carlos Cosenzo, 1º lugar na lista com 1007 votos, recebeu o veto do Alexandre de Moraes, ministro do Supremo Tribunal Federal.

O governador não é obrigado a optar pelo mais votado, mas intrigou os procuradores as razões não reveladas do suposto veto a Cosenzo.

Ex-ministro da Justiça do governo Michel Temer (MDB), Alexandre de Moraes foi secretário de Segurança e promotor de Justiça em São Paulo.

A votação foi bem aproximada. Oliveira e Costa teve 12,29% dos votos, contra 16,88% de Cosenzo e 16,59% de Antonio Carlos da Ponte, o 2º.

source


Descubra mais sobre Conexão Libertas

Assine para receber os posts mais recentes por e-mail.

Deixe um comentário