Como o Brasil propõe uma “brecha” para eventualmente receber Putin sem prendê-lo

Como o Brasil propõe uma “brecha” para eventualmente receber Putin sem prendê-lo

– Episódio do podcast 15 Minutos fala sobre tudo o que envolve a possibilidade de prisão ou não de Vladimir Putin caso venha ao Brasil

*) Ainda em 2023, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) gerou polêmica ao praticamente garantir que, caso venha ao Brasil, o líder russo Vladimir Putin não seria preso.

Lembrando: Putin tem contra ele um mandado de prisão internacional expedido no ano passado, em razão de atrocidades cometidas na invasão da Ucrânia. A rigor, se Putin pisar num território de um país signatário do Estatuto de Roma, caso do Brasil, esse país é obrigado a prendê-lo e entregá-lo ao TPI, sediado na Holanda.

Acontece que não é a sinalização que vem sendo dada pelo governo brasileiro. Recentemente, o país se opôs a uma proposta da Comissão de Direito Internacional das Nações Unidas (ONU) de possibilitar que oficiais estrangeiros condenados por crimes de guerra sejam processados e punidos fora de seu país.

Este episódio do podcast 15 Minutos fala sobre tudo o que envolve a possibilidade de prisão ou não de Vladimir Putin caso venha ao Brasil para o encontro do G20 no Rio de Janeiro, em novembro.

O convidado para falar do assunto é o Renan Ramalho, da equipe de República da Gazeta do Povo, que assina reportagem sobre o tema.

***
O podcast 15 minutos é um espaço para discussão de assuntos importantes, sempre com análise e a participação da equipe de jornalistas da Gazeta do Povo. De segunda a sexta, de forma leve e dinâmica, com a duração que cabe na correria do seu dia. Apresentação é do jornalista Márcio Miranda.

***
Ficha técnica: ‘15 minutos’, podcast de notícias da Gazeta do Povo #Apresentação e roteiro: Márcio Miranda; direção de conteúdo: Rodrigo Fernandes; equipe de produção: Maria Eduarda Scroccaro montagem: Leonardo Bechtloff; estratégia de distribuição: Marcus Ayres.

source


Descubra mais sobre Conexão Libertas

Assine para receber os posts mais recentes por e-mail.

Deixe um comentário