Discussões sobre mudança fiscal estão descartadas até o meio do ano, diz Tebet

Discussões sobre mudança fiscal estão descartadas até o meio do ano, diz Tebet

Simone Tebet
Ministra do Planejamento, Simone Tebet| Foto: Gustavo Alcantara/Antaq

As discussões sobre a mudança na meta fiscal estão descartadas até o meio do
ano. As declarações foram feitas pela ministra do Planejamento, Simone Tebet,
neste sábado, em entrevista à CNN Brasil.

Segundo ela, a meta do déficit zero definida para este ano será mantida
“pelo menos até o final do ano”, quando o cenário deverá ser reavaliado. Uma
possível meta de superávit de 0,25% do PIB para o próximo ano deverá ser
discutida.

“A LDO [Lei de Diretrizes Orçamentárias] está chegando [deve ser apresentada
até 15 de abril]. Vamos apresentar algumas propostas para a equipe econômica e
analisaremos juntos se conseguiremos colocar na LDO a meta de 0,5% positivo, ou
seja, de ter superávit, a depender de uma série de situações”, afirmou. Ela
reconheceu que a revisão de gastos públicos caminhou lentamente em 2023 e que a
arrecadação foi o motor da equipe econômica.

A ministra disse que o governo vem adotando medidas para combater fraudes e
ineficiências, mas não avançou na pertinência das políticas públicas em relação
ao seu custo. Tebet afirmou que entre as medidas adotadas estavam o pente-fino
no cadastro único de beneficiários do Bolsa Família e o mapeamento de
ineficiências e fraudes na Previdência Social.

“O ano passado foi um ano de gastar
bem, então não estávamos preocupados em economizar. Estávamos preocupados em
garantir a qualidade do gasto público, em recuperar as políticas públicas.”

source


Descubra mais sobre Conexão Libertas

Assine para receber os posts mais recentes por e-mail.

Deixe um comentário