Empresa da Suíça admite culpa em esquema de corrupção envolvendo Petrobras

Uma das maiores empresas de negociações de commodities do mundo, a suíça Trafigura se declarou culpada das acusações relacionadas a um esquema de corrupção com autoridades do Brasil e a Petrobras, informou o Departamento de Justiça dos Estados Unidos (DoJ) nesta quinta-feira, 28. A ação criminosa durou mais de uma década, alegou a companhia europeia.

O processo afirma que a Trafigura subornou integrantes do governo brasileiro entre os anos de 2003 e 2014 para garantir o fechamento de negócios com a Petrobras, de acordo com comunicado do DoJ. Na ocasião, a petrolífera brasileira esteve sob comando de indicações dos petistas Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff.

A empresa suíça fechou acordo de US$ 126 milhões para encerrar as investigações do departamento norte-americano.

+ Leia mais notícias do Mundo em Oeste

“A declaração de culpa de hoje ressalta que, quando as empresas pagam subornos e prejudicam o Estado de direito, enfrentarão sanções significativas”, afirmou a chefe da divisão Criminal do DoJ, Nicole Argentieri. Ela enfatizou que o departamento determinado a combater práticas de suborno e a responsabilizar os que violam a lei.

A acusação contra a Trafigura — e o alegado envolvimento da Petrobras

Há receio por parte dos investidores que essas mudanças ameacem o volume do pagamento de dividendos | Foto: Arquivo/Agência Brasil

A acusação sustenta que a Trafigura teria lucrado cerca de US$ 61 milhões com o esquema de corrupção em nível internacional. O comunicado relata que, a partir de 2009, a empresa e associados concordaram em fazer pagamentos de suborno de até US$ 0,20 por barril de produto de petróleo negociado entre a companhia e a Petrobras.

Leia mais:

Os envolvidos teriam disfarçado os pagamentos de suborno por meio de empresas de fachada, canalizando as transações por meio de intermediários que usavam contas bancárias offshore para entregar dinheiro às autoridades brasileiras.

Leia também: “O PT está quebrando a Petrobras. De novo”, reportagem de Carlo Cauti publicada na Edição 178 da Revista Oeste


Revista Oeste, com informações da Agência Estado

source


Descubra mais sobre Conexão Libertas

Assine para receber os posts mais recentes por e-mail.

Deixe um comentário