Governo Federal aumenta orçamento da Abin enquanto corta programas sociais

Governo Federal aumenta orçamento da Abin enquanto corta programas sociais

Abin recebe aumento de R$ 34,9 milhões em orçamento enquanto programas sociais enfrentam cortes

A Agência Brasileira de Inteligência (Abin) teve um aumento considerável no seu orçamento, com despesas permitidas de R$ 311,3 milhões até maio deste ano, que representa um acréscimo de R$ 34,9 milhões em comparação ao mesmo período de 2023, segundo dados do Siga Brasil, um painel de acompanhamento orçamentário do Senado. Esse incremento acontece em meio a reduções significativas em programas sociais.

Embora a Abin utilize quase 27% do orçamento da Presidência da República, foram anunciadas reduções significativas em diversos setores de serviços públicos pelo governo. O presidente optou por subtrair R$ 185 milhões do programa “Farmácia Popular”, um recurso vital para a população com renda inferior. Em resposta, apenas R$ 17 milhões foram cortados da Abin.

Adicionalmente, o programa de “escola de tempo integral” experimentou uma redução de R$ 165,8 milhões, impactando a educação de inúmeros estudantes. Um outro programa social, o “Auxílio Gás”, que foi intensificado no governo anterior, sofreu um corte notável de R$ 69,7 milhões.

A malha rodoviária, crucial para a segurança e manutenção das estradas, também foi alvo dos cortes do governo. Estes ajustes orçamentários têm gerado críticas, uma vez que destacam um aumento de recursos para a inteligência governamental em detrimento de programas sociais vitais.

Os gastos da Abin, amplamente criticados em meio a uma série de cortes em setores essenciais, refletem uma prioridade controversa na administração dos recursos públicos.

source


Descubra mais sobre Conexão Libertas

Assine para receber os posts mais recentes por e-mail.

Deixe um comentário