IBGE lança Atlas Geográfico Escolar com erros em mapas

IBGE lança Atlas Geográfico Escolar com erros em mapas

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) lançou, em 9 de abril, a nova edição do Atlas Geográfico Escolar. O material, no entanto, apresenta erros significativos nos mapas que ilustram a formação dos continentes.

+ Leia mais notícias de Política em Oeste

A mais recente edição do atlas trocou os mapas dos períodos Jurássico e Cretáceo, o que causou uma discrepância de 70 milhões de anos. Além disso, há informações incorretas sobre a idade e a duração dos períodos geológicos da Terra, conforme observou o site Poder360.

A mais recente edição do atlas trocou os mapas dos períodos Jurássico e Cretáceo, o que causou uma discrepância de 70 milhões de anos
A mais recente edição do atlas trocou os mapas dos períodos Jurássico e Cretáceo, o que causou uma discrepância de 70 milhões de anos | Foto: Reprodução/Poder360

O IBGE admitiu as falhas e informou que está preparando uma errata. O presidente do instituto, o economista petista Marcio Pochmann, anunciou que um exemplar seria enviado a cada escola pública do país. 

Outros erros no Atlas Geográfico Escolar

O atlas também apresenta uma sequência incorreta da separação dos continentes, que começa no período Permiano.

O mapa mostra de forma correta o afastamento dos continentes do período Triássico. Mas os mapas seguintes apresentam erros que não condizem com as referências atuais.

O IBGE lançou a nova edição do atlas em um evento realizado no Rio de Janeiro. Durante a cerimônia, os organizadores destacaram a posição do Brasil no centro do mapa.

Na ocasião, Marcio Pochmann entregou o mapa aos chefes dos Três Poderes e a diversas autoridades. O presidente Luiz Inácio Lula da Silva, ao receber o atlas, fez um comentário irônico: “A Terra é redonda”.

Leia também:

source


Descubra mais sobre Conexão Libertas

Subscribe to get the latest posts sent to your email.

Deixe um comentário