Investigação aberta contra promotores da Lava Jato no Peru

Lava Jato
A antiga Odebrecht, atualmente Novonor, esteve envolvida em escândalos de corrupção no Peru| Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil

O Ministério Público do Peru iniciou uma investigação contra
dois membros da equipe da Lava Jato no país. Os promotores Rafael Vela e José
Domingo Pérez, juntamente com o jornalista investigativo Gustavo Gorriti, são
os alvos.

Os promotores são acusados de fornecer informações
confidenciais a Gorriti. A alegação é que isso foi feito em troca de um suposto
apoio da mídia.

Procedimentos preliminares estão agendados para os próximos
oito meses. Estes incluirão o depoimento dos investigados.

O Ministério Público afirmou que os investigados estão
protegidos pelo princípio da “presunção de inocência”. Além disso, destacou que
“ninguém tem o direito de não ser investigado”.

A Lava Jato teve um impacto significativo na política do país. Quatro ex-presidentes peruanos foram ou estão sendo investigados por suposto envolvimento em irregularidades ligadas à Odebrecht. Além disso, a líder da oposição, Keiko Fujimori, chegou a ser presa em conexão com o escândalo.

source


Descubra mais sobre Conexão Libertas

Assine para receber os posts mais recentes por e-mail.

Deixe um comentário