Irmão de ex-ministro de Bolsonaro lidera briga para prefeito de Maringá

Irmão de ex-ministro de Bolsonaro lidera briga para prefeito de Maringá

Levantamento de intenção de votos divulgado nesta quinta-feira (25) pelo instituto Paraná Pesquisas evidenciou o favoritismo do ex-prefeito Sílvio Barros (PP), na disputa pela prefeitura da terceira cidade paranaense mais populosa, Maringá. No topo da preferência do eleitor, pontuando entre 48% e 50,1%, Sílvio é irmão do deputado federal licenciado Ricardo Barros (PP-R), ex-ministro da Saúde do governo de Jair Bolsonaro (PL) que hoje é secretário de Indústria, Comércio e Serviços do governo de Ratinho Junior (PSD), no Paraná.

Sílvio Barros registrou ampla distância para os segundos colocados, que pontuam entre 39,9 e 42,4 pontos percentuais a menos que o ex-prefeito, na modalidade estimulada do levantamento, com uma lista de opções de pré-candidatos.

O resultado da pesquisa que ouviu 700 eleitores de Maringá entre a última sexta-feira (19) e ontem (24) indica a possibilidade de vitória em 1º turno, quando o candidato precisa ter 50% dos votos válidos, mais um voto.

O deputado estadual Delegado Jacovós (PL) é o segundo colocado a melhor pontuar no embate com Sílvio Barros, com 8,1% e 8,9%, nos respectivos cenários 1 e 3 da pesquisa estimulada. Nestes mesmos cenários, Jacovós tem empates técnicos com o vice-prefeito Edson Scabora (MDB), com o deputado estadual Homero Marchese (Republicanos) e com a vereadora Professora Ana Lúcia (PDT).

No segundo cenário, sem Jacovós, o ambiente é ainda mais favorável a Sílvio Barros, que pontua 50,1%, tendo como segundo colocado o vice-prefeito, empatada tecnicamente com outros quatro nomes listado como opções ao eleitor.

Sucessão

O prefeito Ulisses Maia (PSD) não pode disputar a reeleição por estar no segundo mandato seguido. Ele ainda é escolhido por 2,7% do eleitor na modalidade espontânea da pesquisa, liderada por 21,3% por Sílvio Barros.

Maia tem avaliação positiva de sua administração, com 53,4% de aprovação e 42,3% de rejeição. Mas não conseguiu, até agora, repassar seu capital político para seu vice.

Ricardo Barros, irmão do favorito Sílvio Barros, além ex-ministro de Bolsonaro e secretário do governador Ratinho Júnior, já foi prefeito de Maringá, entre 1989 a 1992. E é casado com a ex-governadora do Paraná, Cida Borghetti, primeira mulher eleita ao governo paranaense.

Radialista e engenheiro civil, Silvio Barros foi prefeito de Maringá por dois mandatos seguidos, entre 2005 e 2012.

A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral sob o n º PR 00527 2024, atinge um grau de confiança de 95% para uma margem estimada de erro de aproximadamente 3,8 pontos percentuais, para os resultados gerais.

Veja os cenários:

source


Descubra mais sobre Conexão Libertas

Assine para receber os posts mais recentes por e-mail.

Deixe um comentário