Jornalista americano, ex-ativista, confessa tristeza com mentira de Lula

Jornalista americano, ex-ativista, confessa tristeza com mentira de Lula

O americano Michael Shellenberger, que está no meio da polêmica entre o mega-empresário Elon Musk e o ministro do STF Alexandre de Moraes, confessa sua tristeza ao constatar que Lula (PT) mentiu para ele durante entrevista anos atrás. “Perguntei se ele transformaria o Brasil numa Cuba, onde não há liberdade de expressão”, contou Shellenberger ao podcast Diário do Poder desta semana (clique e assista). Lula negou, mentindo para ele, que era mais um jornalista de esquerda que se encantara com o petista.

Além de tecer críticas a Lula, Shellenberger admitiu ter levado para o “lado pessoal” pois Lula mentiu olho no olho.

Shellenberger confirmou que não se sentiu ameaçado durante a viagem ao Brasil, mas disse torcer para que a PF o permita sair do país.

“Eles enlouqueceram!” disse o jornalista americano em entrevista ao podcast após citar agentes do Estado que exigiram censura.

Shellenberger revelou emails de membros do X do Brasil e dos Estados Unidos com relatos de pedidos nada ortodoxos do judiciário brasileiro.

Eldorado Celulose – Foto: redes sociais.

TRF4 põe na gaveta ação sobre Eldorado Celulose

O caso Eldorado Celulose está virando símbolo da insegurança jurídica. O desembargador do TRF-4, Rogério Favreto, candidato à vaga no STJ (Superior Tribunal de Justiça), travou o julgamento sobre a validade de ação popular encabeçada pelo ex-prefeito de Chapecó (SC) Luciano Buligon, que pede a suspensão da venda da empresa à multinacional Paper Excellence. Favreto, que em julho de 2023 suspendeu o negócio por meio de liminar, optou por deixar na gaveta o julgamento do mérito.

Esperava-se que a ação popular fosse incluída na sessão virtual de terça (9), até porque todas as partes já se manifestaram nos autos.

Favreto decidiu colocar em votação um agravo da Paper contra a liminar, postergando ainda mais o desfecho do caso, conforme convém à J&F.

Os irmãos Joesley e Wesley Batista, donos da J&F, fazem das tripas coração para não entregar a fábrica de celulose vendida em 2017.

Poder sem Pudor

Redondamente limitado

Se denúncias envolvendo parlamentares provocam revolta, a qualificação de boa parte deles tampouco motiva o respeito dos eleitores. Na CPI do Apagão Aéreo, o coordenador de Prevenção de Acidentes da Infraero explicava que se medem as pistas dos aeroportos com “rédua milimetrada” quando o relator Marcos Maia (PT-RS) interrompeu, com ar de especialista:
– Quadrada ou redonda?
– Redonda?!?! – espantou-se o depoente, em meio a gargalhadas gerais.
___

Jair Bolsonaro lembrou o motivo de ter acabado com o DPVAT: excesso de arrecadação e denúncia de desvios. O ex-presidente ainda lamentou projeto do governo Lula, aprovado na Câmara, que ressuscita o imposto.

Repercussão internacional

Deputada argentina, Maria Celeste repudiou “violação da liberdade de expressão no Brasil” e se solidarizou aos brasileiros perseguidos “por se posicionarem do lado oposto do presidente condenado por corrupção”.

Sem contar com a comoção de artistas, servidores do Ibama já estão há mais de três meses parados. Cobram melhores salários e condições de trabalho. Multas por desmatamento na Amazônia recuaram 87,84%.

O presidente da Assembleia de Roraima, Soldado Sampaio (Rep), rompeu com o enroladíssimo governador Denarium (PP). Denúncias de arapongagem via Secretaria de Segurança azedaram a relação.

Frase do dia

“O governo só olha para o passado”

Ciro nogueira (PP-PI) alerta que Lula não cuida do presente e nem do futuro da Nação

O roda presa Rodrigo Pacheco (PSD-MG), presidente do Senado, sumiu da pauta com a PEC sobre drogas. O texto precisa de cinco sessões de discussão para ser votado, mas só foi pautado em três e desapareceu.

Haddad foi escalado para contar a lorota “distribuição de dividendos é assunto da diretoria da Petrobras” para tentar blindar Lula da investigação da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) sobre interferência ilegal na gestão da empresa e no calote aos investidores.

Quem ficou mal quase troca do presidente da Petrobras foi Aloizio Mercadante (BNDES), que, percebendo a fragilidade de Jean Paul Prates, avisou ao próprio ter sido sondado por Lula para o cargo.

A mídia governista recusou o debate sobre liberdade de expressão, o bem mais precioso da democracia, após a sapatada de Elon Musk. A turma não se importa com censura, desde que o silenciado seja o outro.

De quanto tempo a sempre ativa primeira-dama Janja precisa para falar algo sobre o enteado acusado de espancar a mulher?

source


Descubra mais sobre Conexão Libertas

Assine para receber os posts mais recentes por e-mail.

Deixe um comentário