Ministro de Lula defende ‘gestos’ para atrair eleitores de Bolsonaro

Ministro de Lula defende ‘gestos’ para atrair eleitores de Bolsonaro

Responsável pelo Bolsa Família, programa da gestão petista, o ministro Wellington Dias (Desenvolvimento Social) reconheceu, em entrevista ao GLOBO, que o governo precisa aprofundar as negociações com o Congresso para minimizar os desgastes que tem enfrentado. Para ele, os auxiliares do presidente Luiz Inácio Lula da Silva têm que criar um “ambiente de menos tensão”.

Além disso, ele acredita que o governo de Luiz Inácio Lula da Silva precisa atingir parte do eleitorado do ex-presidente Jair Bolsonaro, em especial os Cristãos: Questionou O Globo: “Vê dificuldades em furar a bolha para que as mensagens do governo cheguem aos eleitores de Bolsonaro?”

Respondeu o ministro: “Precisamos fazer gestos. Informações distorcidas chegam aos evangélicos. O que há de diferente entre o Lula de 2024 e o de 2009? É o mesmo Lula que acredita em Deus”.

Dias defendeu, ainda, que o chefe do Executivo participe mais da articulação política e afirmou que o equilíbrio fiscal pode ocorrer em conjunto com a prioridade no social. Clique AQUI para ler na íntegra. (Foto: EBC)

Gostou? Compartilhe!

A greve dos funcionários da fábrica da Toyota em Indaiatuba (SP), iniciada em 10 de abril para reivindicar melhores condições do Programa de Demissões Voluntárias (PDV), resultou na paralisação total da produção dos veículos da marca no Brasil – Corolla, Corolla Cross e Yaris. Durante a paralisação, a montadora adiantou […]

source


Descubra mais sobre Conexão Libertas

Assine para receber os posts mais recentes por e-mail.

Deixe um comentário