Moraes reage a críticas acusando Musk até de ‘associação criminosa’

Moraes reage a críticas acusando Musk até de ‘associação criminosa’

Após as reações de Elon Musk contra o boicote promovido pelo ministro Alexandre Moraes sobre usuários da rede social X, o juíz resolveu indiciar o dono da Tesla e incluí-lo no inquérito das milícias digitais.

A partir da última determinação de Moraes, se o X não restringir contas que são alvo de Moraes, pagará uma multa de R$100 mil por usuário desbloqueado. A decisão enquadra Musk em tese de associação criminosa aos personagens investigados pelos inquérito infinitos, coordenados pelo ministro, e por ‘instrumentalização criminosa da rede social X’.

Moraes determinou: “A provedora de rede social X SE ABSTENHA DE DESOBECER QUALQUER ORDEM JUDICIAL JÁ EMANADA, INCLUSIVE REALIZAR QUALQUER REATIVAÇÃO DE PERFIL CUJO BLOQUEIO FOI DETERMINADO POR ESSA
SUPREMA CORTE OU PELO TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL, sob pena de MULTA DIÁRIA DE R$ 100.000,00 (cem mil reais) POR PERFIL e responsabilidade por desobediência à ordem judicial dos responsáveis legais pela empresa no Brasil”.

Do outro lado dessa guerra virtual, o general Mike Flynn, ex-Diretor da Agência de Inteligência de Defesa e ex-Conselheiro de Segurança Nacional dos EUA, ofereceu seu apoio a Musk. “Dados os acontecimentos recentes no Brazil, diga-nos como podemos ajudar”, publicou o militar. 

source


Descubra mais sobre Conexão Libertas

Assine para receber os posts mais recentes por e-mail.

Deixe um comentário