Motoboy preso no 8/1 subiu 28 andares do Congresso em busca de ar

Motoboy preso no 8/1 subiu 28 andares do Congresso em busca de ar

O motoboy Wellington Firmino, de Sorocaba (SP), passou 10 meses preso na Papuda por ter participado da manifestação do 8 de Janeiro. Ele conta que entrou no prédio do Congresso Nacional, que estava de portas abertas, e fugiu para a escada de incêndio quando policiais do batalhão de choque entraram jogando bombas contra manifestantes pacíficos.

Firmino subiu 28 andares e ficou isolado no alto de uma das torres do Congresso por mais de uma hora. Foi preso quando tentava voltar. Os meses na prisão resultaram na perda de 8 quilos e o alvará de soltura só veio depois de 3 meses aguardando que o ministro Alexandre de Moraes analisasse pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR) para sua saída da cadeia. Segue de tornozeleira eletrônica, com várias restrições, aguardando julgamento por crimes que não cometeu.

source

Siga o canal Conexão Libertas no WhatsApp:

https://whatsapp.com/channel/0029Va60fTpHQbS8xzf9zq1M

Siga o canal Conexão Libertas no Telegram:

https://t.me/conexaolibertas


Descubra mais sobre Conexão Libertas

Assine para receber os posts mais recentes por e-mail.

Deixe um comentário