Polônia convoca embaixador de Israel no país após seus comentários sobre o ataque contra ONG em Gaza

Polônia convoca embaixador de Israel no país após seus comentários sobre o ataque contra ONG em Gaza

Imagem de Damian Soból em um cartaz exposto durante uma homenagem feita a ele na Polônia
Imagem de Damian Soból em um cartaz exposto durante uma homenagem feita a ele na Polônia| Foto: EFE/EPA/Darek Delmanowicz

A Polônia convocará para conversas nesta sexta-feira (5) o embaixador de Israel no país, Yacov Livne. A decisão ocorre após Livne fazer comentários nas redes sociais defendendo Israel de acusações sobre o ataque, que o país diz ter sido “não intencional”, contra um comboio de ajuda humanitária da ONG World Central Kitchen (WCK), que estava atendendo civis em Gaza.

Por meio de sua conta no X (antigo Twitter), Livne defendeu Israel das acusações de “assassinato intencional” dos membros da ONG, que, segundo ele, estão sendo proferidas pela “extrema-direita e extrema-esquerda da Polônia”.

O embaixador citou como exemplo posição de um político polonês que integra o Parlamento do país e disse que “antissemitas sempre permanecerão antissemitas, e Israel permanecerá como um Estado judeu democrático lutando pelo seu direito de existir e também pelo bem de todo o mundo ocidental”.

O ataque contra a ONG atingiu em cheio a sociedade e a política polonesa, já que entre as vítimas está o cidadão polonês chamado Damian Soból, de 35 anos, que colaborava com a WCK em Gaza após também realizar trabalhos humanitários na Ucrânia.

A declaração feita por Lavne nas redes sociais provocou “indignação” nas autoridades polonesas, incluindo o primeiro-ministro do país, Donald Tusk, que se uniu ao presidente Andrzej Duda, para exigir um pedido de desculpas do embaixador.

Tanto Duda quanto Tusk também pediram que a família de Soból receba uma compensação
financeira do governo de Israel.

A posição de Yacov poder ter reacendido uma crise diplomática existente entre Israel e a Polônia, referente a questões sobre o Holocausto e uma lei que limitava reivindicações de restituição de propriedades por judeus herdeiros das vítimas do extermínio nazista.

source


Descubra mais sobre Conexão Libertas

Assine para receber os posts mais recentes por e-mail.

Deixe um comentário