Primeiro contato: Chevrolet S10 2025 mostra uma evolução interessante

Primeiro contato: Chevrolet S10 2025 mostra uma evolução interessante

Londrina (PR) – Em 1995, a Chevrolet apresentou a primeira picape média produzida no Brasil, a S10. A caminhonete está prestes a completar 30 anos de mercado e tem sua linha 2025 revelada – apenas o lançamento oficial ainda não foi realizado, a marca já iniciou a pré-venda, com a revelação das três versões mais completas.

Ao longo desses quase 30 anos, a picape passou por grandes reformulações. A principal delas foi em 2012, quando a marca apresentou a segunda, e atual, geração. Foi quando as picapes médias cresceram consideravelmente, mudando a categoria de patamar tanto no porte, quanto na motorização. Foi nela que o motor 2.8 diesel foi apresentado também.

Chevrolet S10 2025.

A picape está em pré-venda e sendo divulgada em feiras agropecuárias.

Outra importante mudança veio em 2015, quando a Chevrolet apresentou uma nova versão topo de linha, a High Country – um fato curioso é que, na época, outras configurações também foram lançadas, mas apenas a HC se manteve até hoje. No ano seguinte, veio o sistema OnStar. Mas apenas em 2020 ela ganhou seis airbags em todas as opções.

Agora, a picape passa por outra importante modificação, para a linha 2025. Apesar de não ser uma troca de geração, ela foi bem modificada, ganhando uma “harmonização facial” completa e um novo “banho de loja”. Fomos até Londrina, durante a Expolondrina, para ver de perto as novidades da picape, que deve chegar ao mercado no fim de maio. Mas ainda não são as “Primeiras Impressões” dela, que ficarão para o lançamento no mês que vem.

Precificação

Chevrolet S10.

Ela chega como a segunda picape menos cara, entre as topo de linha.

Por enquanto, a Chevrolet revelou apenas as versões mais completas da S10, com a Z71 (R$ 281.900) de estilo aventureiro – que deixou de ser uma série especial para fazer parte da linha da picape –, a clássica e intermediária LTZ (R$ 292.800) e a topo de linha High Country (R$ 302.900). Apesar do valor estratosférico, ela compete bem com as rivais. 

Em relação às outras topo de linha, a S10 tem um valor interessante, pois está bem abaixo de Ford Ranger (R$ 349.990), Volks Amarok (R$ 337.280), Toyota Hilux (R$ 334.890) e Nissan Frontier (R$ 321.950), e está só um pouco acima de Mitsubishi L200 (R$ 299.990). A Fiat Titano não entra nesta disputa por conta do preço e da motorização.

Aperfeiçoado

Chevrolet S10 2025.

Agora, a transmissão é uma novíssima caixa de oito velocidades.

Falando no motor, o consagrado 2.8 Duramax foi reprogramado e, agora, gera 207 cavalos e 52kgfm de torque. No quesito potência, ele só fica atrás dos V6 da Ranger e da Amarok e da versão esportiva da Hilux, a GR-S. A caixa de força está aliada à novíssima transmissão automática de oito velocidades, direção elétrica e tração 4×4.

No breve contato que tivemos com a nova S10, em uma pista off-road montada na Expolondrina, no interior do Paraná, tivemos uma grata surpresa com a uma melhoria do sistema 4×4, muito por conta do novo câmbio também. Com a reduzida ativada, como gostamos de chamar, o “modo trator”, praticamente não foi preciso pisar no acelerador.

Chevrolet S10 2025.

Em um breve contato, podemos ver que o 4×4 dela está ainda melhor.

Ela superou os principais obstáculos (king, inclinação positiva e negativa e caixa de ovos) sem o mínimo esforço, mostrando que a caminhonete está ainda mais forte do que antes, gerando boas expectativas para o uso no asfalto e fora dele, sem ser em uma pista montada. Um outro ponto perceptível foi a melhoria no ruído na vibração do motor. 

Segundo a Chevrolet, a S10 ganhou placas acústicas adicionais nas portas, nas colunas, no teto e até na parede corta-fogo, deixando a picape bem mais silenciosa. Ela também recebeu outras melhorias de engenharia, como recalibração da suspensão, novos amortecedores, aumento das bitolas e novo conjunto de pneus e rodas.

Igual, mas diferente

Chevrolet S10 2025.

Completamente reformulada, a Z71 tem o visual com detalhes escurecidos.

Visualmente falando, a S10 mudou bastante, pouca coisa foi mantida. O desenho é o mesmo para as três versões, mas cada uma tem suas particularidades. Todas contam com grade bipartida, faróis afilados, um grande skid plate no para-choque dianteiro. 

Na traseira, a tampa da caçamba também foi redesenhada e, agora, conta com o nome da marca em alto relevo, além disso, ela conta com sistema de compensação de peso, o que deixa a peça super leve, facilitando a abertura e o fechamento. 

Chevrolet S10 2025.

Os estribos da Z71 são completamentes diferentes do comum.

As diferenças entre cada versão estão na cor do acabamento e em alguns outros detalhes. Na Z71, o foco é a esportividade fora de estrada, então ela conta com grade, retrovisores e maçanetas pretos. Ela ainda conta com estribo diferenciado (único da categoria) que agrega um visual ainda mais interessante a picape e santantônio tubular. 

A versão de entrada ainda vem com lanternas escurecidas, rodas rodas com desenho próprio e pneus de uso misto. Na feira não tinha nenhuma unidade da LTZ, mas pelas imagens reveladas pela Chevrolet, ela terá o visual mais sóbrio entre as três, com todos os detalhes na cor da carroceria, seja a pintura que for.

Chevrolet S10 2025.

Na cabine, o destaque fica pelas duas telas digitais.

A High Country diferencia-se pelo santantônio esportivo e o uso abundante de cromado, bem ao estilo norte-americano, nos frisos das janelas, maçanetas, capas dos retrovisores, no skid plate e na grade, o material é visto até no novo acabamento que divide a peça, totalmente em cromo, chegando até a ser um pouco exagerado.

Por dentro, o destaque, em todas as três versões, são as duas telas, uma de 11 polegadas para a novíssima central multimídia e outra de oito polegadas para um inédito painel de instrumentos digital. Bancos, painel e forro das portas também foram redesenhados.

Ainda a destacar

Chevrolet S10 2025.

Como na Spin, o painel de instrumentos passa a se totalmente digital.

A Chevrolet até divulgou quais são os novos itens presentes na S10, mas como ainda não foi o lançamento oficial da picape, ela não destrinchou exatamente quais itens estão em cada uma das três versões. Claro que, a High Country, como topo de linha, contará com todos. O certo é que a Z71 terá chave sensorial e partida por botão. 

Entre as novidades e itens já existentes, a LTZ contará com alertas de colisão frontal e de saída de faixa, frenagem automática de emergência​, ar-condicionado digital​, carregador de celular sem fio, comandos remotos de motor e ar-condicionado​ e banco do motorista com regulagem elétrica.

Chevrolet S10 2025.

O principal deslize, até o momento, é não ter protetor de caçamba em nenhuma versão.

A topo de linha ganha alertas de ponto cego e de tráfego cruzado traseiro, descansa braço traseiro​, acabamento interno e acessórios exclusivos. Além desses, a S10 contará (ainda não sabemos a partir de qual versão) com portas USB tipo A e C na dianteira e na traseira, farol alto automático, iluminação full LED e volante com coluna de direção telescópica (altura e profundidade reguláveis).

Entre os equipamentos já confirmados pela marca – e as ausências –, no primeiro contato, o mais gritante foi a falta de proteção de caçamba. Mesmo na topo de linha e seus R$ 302 mil a S10 não conta, algo que deveria ter desde a versão de entrada. Mas a capota marítima é de série.

A opinião do Diário Motor

Chevrolet S10 2025.

Chevrolet S10 2025 Z71.

Este foi apenas o primeiro – e breve – contato com a novíssima S10. A picape ainda será lançada oficialmente, com previsão para o fim de maio. Mas mesmo assim, podemos ver como ela evoluiu, tanto no quesito design, quanto nos equipamentos e até na motorização (essa mais nos números do que na sensação real). 

Como costumamos falar, gosto é algo muito pessoal, mas sem medo de errar, a S10 passa a ser uma das picapes médias mais bonitas do mercado, principalmente na versão Z71, com detalhes escurecidos apontando um lado mais esportivo. Nota e se vale – ou não – a compra, deixaremos para as “Primeiras Impressões” logo após o lançamento oficial.

Chevrolet S10 2025.

Chevrolet S10 2025.

Chevrolet S10 2025.
Chevrolet S10 2025.
Chevrolet S10 2025.
Chevrolet S10 2025.
Chevrolet S10 2025.
Chevrolet S10 2025.
Chevrolet S10 2025.
Chevrolet S10 2025.
Chevrolet S10 2025.
Chevrolet S10 2025.
Chevrolet S10 2025.
Chevrolet S10 2025.
Chevrolet S10 2025.
Chevrolet S10 2025.
Chevrolet S10 2025.
Chevrolet S10 2025.
Chevrolet S10 2025.
Chevrolet S10 2025.
Chevrolet S10 2025.
Chevrolet S10 2025.
Chevrolet S10 2025.
Chevrolet S10 2025.
Chevrolet S10 2025.
Chevrolet S10 2025.
Chevrolet S10 2025.
Chevrolet S10 2025.
Chevrolet S10 2025.
Chevrolet S10 2025.
Chevrolet S10 2025.
Chevrolet S10 2025.
Chevrolet S10 2025.
Chevrolet S10 2025.
Chevrolet S10 2025.
Chevrolet S10 2025.
Chevrolet S10 2025.
Chevrolet S10 2025.
Chevrolet S10 2025.
Chevrolet S10 2025.
Chevrolet S10 2025.
Chevrolet S10 2025.
Chevrolet S10 2025.
Chevrolet S10 2025.
Chevrolet S10 2025.
Chevrolet S10 2025.
Chevrolet S10 2025.
Primeiro contato: Chevrolet S10 2025 mostra uma evolução interessante (fotos: Geison Guedes/DP e GM).
Chevrolet S10 2025.
Chevrolet S10 2025.
Chevrolet S10 2025.
Chevrolet S10 2025.
Chevrolet S10 2025.
Chevrolet S10 2025.
Chevrolet S10 2025.
Chevrolet S10 2025.
Chevrolet S10 2025.
Chevrolet S10 2025.
Chevrolet S10 2025.
Chevrolet S10 2025.
Chevrolet S10.
Chevrolet S10.
Chevrolet S10.
Chevrolet revela preços e inicia pré-venda da nova S10 (fotos: GM).
Chevrolet S10.
Chevrolet S10.
Chevrolet S10.
Chevrolet S10.
Chevrolet S10.
Chevrolet revela primeiras imagens de uma renovada S10 (fotos: GM).
Chevrolet S10.
Chevrolet S10.

source


Descubra mais sobre Conexão Libertas

Assine para receber os posts mais recentes por e-mail.

Deixe um comentário