Produção de carne de frango no Brasil deve bater recorde neste ano

Produção de carne de frango no Brasil deve bater recorde neste ano

YouTube video

A produção de carne de frango no Brasil deve bater recorde neste ano, segundo o Departamento de Agricultura dos Estados Unidos. O Brasil deve responder por 36% do volume comercializado. Se o desempenho for confirmado, será um aumento de quase 20% em cinco anos.

No Brasil, o Paraná é líder na produção com 34% dos frangos nacionais. Já Cascavel, no estado paranaense, ganha destaque como a cidade maior produtora.

Em A Força do Agro desta quarta-feira, 15, o espectador vai ver como o investimento em tecnologia e inovação colocaram o agronegócio na posição de maior exportador de carne de frango.

O frango é apenas mais um produto do agronegócio brasileiro

A agronegócio é o “Brasil que dá certo”. A grandeza e o potencial do setor, bem como os desafios que devem ser superados, são abordados diariamente no programa A Força do Agro.

O setor representa quase 30% do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro — e não para de crescer. As transformações do setor ocorrem em alta velocidade e impactam o mundo rural. O Brasil é o terceiro maior produtor de alimentos e, nos próximos anos, deve ser o principal fornecedor.

E não para aí. O agronegócio está presente no dia a dia das pessoas. Não apenas na mesa, mas na roupa, nos cosméticos, no transporte, na energia, na vida.

De segunda a sexta-feira, o programa leva informação e conhecimento ao internauta. O objetivo é conectar o campo à cidade, de uma maneira leve e descontraída.

Serviço

A Força do Agro

De segunda a sexta-feira

Às 19h50, depois do Oeste Sem Filtro

Acompanhe também pelo canal A Força do Agro, com conteúdo exclusivo

Clique aqui para se inscrever

source
Siga o canal Conexão Libertas no WhatsApp:

https://whatsapp.com/channel/0029Va60fTpHQbS8xzf9zq1M

Siga o canal Conexão Libertas no Telegram:

https://t.me/conexaolibertas


Descubra mais sobre Conexão Libertas

Assine para receber os posts mais recentes por e-mail.

Deixe um comentário