Produtores rurais do Amazonas ganham cursos para produção sustentável

Produtores rurais do Amazonas ganham cursos para produção sustentável

Produtores rurais do Amazonas ganham cursos profissionalizantes para a criação de biofertilizantes orgânicos, reduzindo custos e promovendo uma agricultura mais natural.

A Secretaria de Estado de Produção Rural (Sepror) destaca a importância dos programas de conservação do solo para a agricultura sustentável.

O engenheiro agrônomo José Portugal aponta que os biofertilizantes são simples e econômicos de produzir, permitindo aos agricultores utilizar recursos do próprio lote, como dejetos animais, para uma produção sem agrotóxicos.

“Os produtores podem produzir os insumos com aquilo que eles têm na própria propriedade, reaproveitando os dejetos dos animais, como as galinhas, suínos, ovinos e entre outros. E nós consumidores também agradecemos, porque vamos consumir algo muito mais natural, produzido de forma orgânica, sem o uso de agrotóxico”, ponderou.

Para participar dos cursos de biofertilizantes, os agricultores devem contatar o Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Estado do Amazonas (Idam) ou a secretaria municipal de produção rural.

Além disso, o Sepror promove o Pro-calcário e o Pro-mecanização, programas que subsidiam a compra de calcário e a mecanização agrícola, respectivamente, para melhorar a qualidade do solo e a eficiência da produção.

Os interessados nos programas de crédito do Sepror, como o Pro-calcário e o Pro-mecanização, devem procurar o Idam para desenvolver um projeto técnico e obter financiamento da Agência de Fomento do Amazonas (Afeam).

 

source


Descubra mais sobre Conexão Libertas

Assine para receber os posts mais recentes por e-mail.

Deixe um comentário