Radialista chama banda Ultraje a Rigor de fascistas e Roger dispara: “apagou, cagão?”

Radialista chama banda Ultraje a Rigor de fascistas e Roger dispara: “apagou, cagão?”

Confusão agitou os fãs da banda de rock e uma das maiores emissoras de rádio do gênero

Na última sexta-feira (7), Marco Antonio Abreu, radialista da Kiss FM, causou controvérsias nas redes sociais ao celebrar o cancelamento de uma apresentação da banda Ultraje a Rigor, cujo líder é Roger Moreira. Abreu, em uma publicação, rotulou os membros da banda como “fascistas”, ocasionando uma resposta contundente por parte do vocalista e do grupo.

O evento estava agendado para acontecer no Tokyo Marine Hall em 13 de julho, como um dos eventos do 23º aniversário da Kiss FM, que coincidentemente é também o Dia do Rock. Contudo, a estação de rádio optou por cancelar o show.

Abreu escreveu o seguinte em uma publicação em seu perfil pessoal:

“Graças a Deus a Kiss repensou e decidiu cancelar o show de aniversário da rádio com a merda ultrajante do Ultraje a Rigor. Uma rádio tão importante como a nossa merece uma festa de respeito e não um grupo de fascistas falidos.”

Utilizando seu perfil no X, a banda Ultraje a Rigor questionou a rádio:

“E aí, @Kiss_FM? Somos atacados por @marcokissfm, cancelam o show que seria feito no Dia Mundial do Rock (Data importantíssima) faltando 36 dias para o evento e é isso que temos como resposta?”

O radialista pediu desculpas e removeu a mensagem, contudo, Roger Moreira não concedeu o perdão e declarou nas plataformas digitais que irá ingressar com uma ação judicial.

“Vai aprender a ter responsabilidade. Claro que o covarde não cita a banda agora. Vai ter que provar o que disse, malandrão. Na justiça. O processinho está a caminho. Fascista é seu c*.”

Perante o impacto gerado, a estação de rádio lançou um comunicado oficial, sublinhando seu compromisso com a imparcialidade e o respeito ao público. Salientou ainda que as afirmações feitas pelos seus comunicadores nas redes sociais são de natureza pessoal e não expressam a visão da empresa.

source


Descubra mais sobre Conexão Libertas

Assine para receber os posts mais recentes por e-mail.

Deixe um comentário