Transparência Internacional aponta ‘conflito de interesse’ entre ministro e Odebrecht

Transparência Internacional aponta ‘conflito de interesse’ entre ministro e Odebrecht

A Transparência Internacional Brasil, uma organização não governamental que atua globalmente no combate à corrupção, apontou um “conflito de interesse” do ministro da Controladoria-Geral da União (CGU), Vinícius Marques Carvalho, no caso Odebrecht.

O escritório de advocacia do ministro presta serviços para a Novonor, antiga Odebrecht, empresa enrolada em processos no âmbito da Operação Lava Jato, o que foi classificado como uma “situação grave” pela Transparência Internacional.

A organização usou como base uma matéria do jorna O Estado de São Paulo que aponta que o ministro montou o escritório de advocacia VMCA Advogados em 2017.

Em janeiro de 2023, ao assumir o cargo no governo do presidente Lula (PT), Vinícius pediu licença do escritório, que ficou sob comando de sua esposa, Marcela Mattiuzzo, advogada especializada em concorrência.

Ainda assim, consultou a Comissão de Ética Pública (CEP) para saber se poderia continuar recebendo os dividendos do escritório, alegando ser um “sócio patrimonial” da empresa.

Apesar do VMCA Advogados ter contrato para representar a Odebrecht, o ministro Carvalho afirmou “não participar de decisões em processos que envolvem a Novonor, e também não se envolver em casos relativos aos clientes de seu escritório, do qual está licenciado”.

source


Descubra mais sobre Conexão Libertas

Assine para receber os posts mais recentes por e-mail.

Deixe um comentário