Volks Caminhões e Ônibus inicia exportação para um destino inédito

Volks Caminhões e Ônibus inicia exportação para um destino inédito

A Volkswagen Caminhões e Ônibus (VWCO) aumenta a área de atuação em mercados estrangeiros. A montadora acaba de anunciar a introdução de veículos da marca no Suriname, no norte da América do Sul. De início, foram enviadas sete unidades para o país vizinho.

Neste primeiro momento, por meio do importador Fernandes Autohandel, foram enviadas unidades do pequeno e urbano Delivery 11.170 e de duas versões (17.250 e 19.320) do gigante e rodoviário Constellation. Os modelos estão equipados com plataforma de auto socorro ou como furgão para carga geral.

“Iniciamos a representação da marca no Suriname por acreditar no potencial crescimento e desenvolvimentos dos produtos no país. Desembarcamos em um novo destino na América do Sul, alinhados fortemente com a estratégia de internacionalização da marca”, afirma Leonardo Soloaga, diretor de vendas internacionais da Volkswagen caminhões e ônibus.

Segundo a marca, o país vizinho – que faz fronteira com o norte brasileiro –, tem sua economia impulsionada pela produção de ouro, petróleo, alumínio e da agricultura, apesar dos desafios por conta da dependência excessiva desses recursos.

O Suriname tem também um grande potencial para desenvolver sua economia de maneira sustentável. O turismo local também colabora muito para o crescimento econômico do país.

Com o reforço da participação da montadora na América do Sul, México e América Central, África e Oriente Médio, bem como o Sudeste Asiático, a Volkswagen Caminhões e Ônibus diz que busca prospectar e consolidar sua presença em novos mercados, além de buscar a liderança em mais países nos quais já atua. 

No Brasil, a fábrica da alemã fica no interior do Rio de Janeiro, em Resende. A montadora ainda conta com uma planta no México e parcerias de produção na África do Sul e Filipinas. E, desde o ano passado, ela vem expandindo a estratégia de internacionalização, como com o início da exportação do extrapesado Meteor e a chegada do elétrico e-Delivery a novos mercados.

source


Descubra mais sobre Conexão Libertas

Assine para receber os posts mais recentes por e-mail.

Deixe um comentário